"O bom humor é a única qualidade divina do homem." Arthur Schopenhauser

"O BOM HUMOR É A ÚNICA QUALIDADE DIVINA DO HOMEM" ARTHUR SCHOPENHAUSER

21 de fevereiro de 2012

E aquelas pessoas que mandam mensagens escondidas em músicas?



Conheço dois casos dramáticos deste síndrome.
Não entendo porque se tem um problema com o namorado e toca de entupir o próprio perfil com mensagens em código (mas escancaradas na mesma medida para todos os amigos, especialmente os comuns) subtilmente (ahahah) dirigidas ao objecto da nossa paixão nas plataformas multimédia. Noutros tempos, era encontrar os melhores amigos, debater a questão com quem nos conhecia melhor, ouvir o raspanete por eventuais parvoíces cometidas, ter colinho e darem-nos razão onde estavamos cheios dela e assim se seguia de modo discreto. E a palavra chave aqui é discreto.
Hoje em dia é um postar de links do youtubas sem mais nem pra quê. Ora citações sobre o valor do amor e dos sentimentos puros e das lágrimas sentidas, ora músicas que se adequam nota por nota (na imaginação de quem posta, pelo menos) à situação ou pessoa envolvida. Letras sofridas sofridas. Isso é triste. Nem vou entrar no mundo obscuro do "taga e destaga" de fotos com o amado à espera que ele (ou ela) note e faça algo para salvar a tragédia, o horror, o descarrilanço emocional do nosso MQM (mais-que-muito).
Eu tenho conta no fb há 6 anos. Nunca uma relação amorosa foi exposta. E mudei de estados. Porque aquela segunda palavra na expressão "vida privada" é de mor importância para mim. 


9 comentários:

Gadreel disse...

ó ó...palavras para quê!!!


beijo

Pink Poison disse...

Sabes que mais, nos anos 60, alguma smúsicas de bandas bem conhecidas enviavam mensagens de natureza duvidosa, dentro das letras...

Joana disse...

Eu não tenho facebook, mas já tive. O motivo que me levou a cancelar o meu perfil foi por ter visto o nada que lá colocava completamente devassado na praça pública. Desde aí fiquei traumatizada em ter perfis sociais.

Beijinhos

AC disse...

Não tenho facebook, não gosto de redes sociais.Gosto de me expor com quem eu quero e que acho que me merece. Sou completamente anónima, e não misturo coisas..no trabalho sou de uma forma, com os amigos de outra, e no blog de outra completamente diferente, e ninguém conhece as minhas vidas diferentes só eu:)

Petazeta disse...

Gadreel: não ha palavras... nem paciência ahah :)

Beijo

Petazeta disse...

Pink
É um facto... e não foi só pelos anos 60. :)

Beijo

Petazeta disse...

Joana
Eu entendo a tua postura.
Para mim é uma mais-valia por causa de amigos estrangeiros que ficam mais perto se os acompanharmos com algumas coisas do dia-a-dia. E claro, que podes sempre resguardar o que escreves e decidir quem pode ler. No entanto, a ideia é clara: o que escreveres é para ser, em princípio, lido pelos teus amigos e ser 1 gerados de "gostos" e comentários tantas vezes sem jeito nenhum.

Em 6 anos de fb, só desde o ano passado é que frequento regularmente e contacto com mais malta. Até aí era para trocar mensagens e postar algo muito esporadicamente. E já fiz férias prolongadas várias vezes ao fb.

Beijo

Petazeta disse...

AC
Concordo com o que dizes: diferentes "nós" para diferentes situações e pessoas.
E se assim achas que te podes gerenciar melhor, então não te faz falta nenhuma a rede social. Bloggar é muit bom!

Beijo

André disse...

Mas... se não estiver no facebook... não aconteceu!!